Category Archives: Filmes

Dica de Filme sobre Gravidez = Um Evento Feliz

Em um final de semana com tempinho ruim, queria dar uma dica de filme. Mas especificamente de uma comédia dramática aborda a maternidade, chamada “Um Evento Feliz” (A Happy Event, França/Belgica, 2011, 107 minutos, 14 anos).

Dica de Filme sobre Gravidez = Um Evento Feliz

Muito apaixonados, mas longe da estabilidade financeira e psicológica, um casal resolve ter um filho sem pensar nas mudanças que o nascimento de uma criança podem gerar. O filme Um Evento Feliz conta essa história cheia de surpresas e descobertas.

Barbara (Louise Bourgoin) e Nicolas (Pio Marmai) são namorados que vivem apenas um para outro em uma eterna lua de mel. Eles se conheceram em uma locadora, onde engatam uma conversa muito engraçada apenas com títulos de filmes. Depois do flerte, eles começam uma intensa relação que se transforma drasticamente com a gravidez de Bárbara.


O enredo é bem linear, começa com o romance e logo depois as dificuldades com a gravidez e com a nova vida após o parto. O que conquista o espectador é a delicadeza como a história é contada e a direção de Rémi Bezançon, que aproxima a câmera de tudo levando o público para dentro da cena.

Outro destaque do filme é a simpatia e o bom humor do casal protagonista que desconcerta o espectador até nos momentos mais dramáticos. Um Evento Feliz é baseado em um romance de Éliette Abécassis, no qual a escritora expõe detalhadamente tudo que passou durante o período da gravidez. O roteiro adaptado é do próprio diretor e de Vanessa Portal.

Vejam um trailler do filme abaixo.

Número de Visualizações: 5243

Dica de Filme sobre Gravidez = O Que Esperar Quando Você Está Esperando

Queria dar a dica de um filme de comédia dramática recheada com histórias paralelas e interpretada por um elenco repleto de astros se tornou uma espécie de fórmula que sempre cheirou a tapeação. Embora o filme recem lançado "O Que Esperar Quando Você Está Esperando" siga o mesmo modelo, e compartilhe a mesma desconfiança inicial, o resultado é outro, bem legal, que vale a pena ser visto.
Dica de Filme sobre Gravidez = O Que Esperar Quando Você Está Esperando
Estrelado por Cameron Diaz, Jennifer Lopez, Rodrigo Santoro, Elizabeth Banks, Anna Kendrick, Dennis Quaid, entre outros, a produção entrega o que promete: uma comédia despretensiosa sobre as agruras e felicidades trazidas pela maternidade. O filme acompanha a vida de cinco casais com diferentes experiências reprodutivas. Rodrigo Santoro e Jennifer Lopez interpretam o produtor musical (Alex) e a fotógrafa (Holly) que pretendem adotar uma criança etíope, apesar das finanças dela e a relutância dele azedarem os planos. Enquanto isso, a impaciente e intolerante guru da vida saudável na TV, Jules (Cameron Diaz), engravida de seu instrutor Evan (Matthew Morrison, da série "Glee"), durante a competição televisiva "Dançando com as Estrelas". Wendy (Elizabeth Banks, de "Jogos Vorazes") e Gary (Ben Falcone, de "Missão Madrinha de Casamento") compõem o núcleo mais cômico da trama. Ela é dona de uma loja de produtos para bebês que, depois de anos de tentativas, finalmente consegue engravidar. Daí seu encantamento pelo "brilho" da gestação, período que acaba se mostrando um vexatório suplício físico e mental. O marido Gary tem seus próprios problemas a resolver com seu pouco afetivo pai, o ex-piloto de carros de corrida Ramsey (Dennis Quaid). Vítima do espírito de competição de seu progenitor desde sua infância, Gary deverá enfrentar o impensável: o pai também engravidou a esposa, décadas mais jovem, e, pior, são gêmeos. Por fim, há o jovem relacionamento de Marco (Chace Crawford da série "Gossip Girl") e Rosie (Anna Kendrick, de "Amor Sem Escalas"), outra gravidez acidental. É a menor e mais descolada narrativa do filme, facilmente descartável. Ao redor desses casais orbitam personagens com o objetivo de criar um equilíbrio entre a comédia e o drama. Os problemas de Wendy seriam apenas tristes caso sua assistente Janice (a comediante Rebel Wilson) não provocasse uma hilária reação a partir de seu comportamento. Tal como seria impensável a transformação de Alex sem "os caras", grupo de apoio a pais liderado por Vic (o também comediante Chris Rock), cuja regra máxima é jamais contar o que é dito entre eles (uma referência a "Clube da Luta", de 1999), invariavelmente relatos de atitudes relapsas com seus filhos. Dirigido por Kirk Jones (de "A Fortuna de Ned"), "O Que Esperar Quando Você Está Esperando" tem com base um best-seller homônimo de Heidi Murkoff, que há três décadas serve como guia para pais nos Estados Unidos. Embora famosa, a obra nunca deixou de ser criticada por alguns por deixar mães ainda mais aflitas, inseguras e frustradas quando pretende encorajá-las. Nesse ponto, não há nada em comum entre o livro e o filme, que, diante dos desafios inerentes à paternidade, promove suas qualidades transformadoras. Otimista, bem-humorada e um tanto simplista, a versão cinematográfica sustenta que nada é fácil no processo, mas o amor incondicional por si só se encarrega de colocar tudo nos eixos. Veja o Trailler em:
Número de Visualizações: 4380

Video = O Que Esperar Quando Você Está Esperando

A comédia romântica "O Que Esperar Quando Você Está Esperando" (que em inglês vai se chamar: "What to Expect When You're Expecting"), baseada em um best-seller das grávidas da escritora Heidi Murkoff, que serve como guia básico para mulheres durante os estágios da gravidez, teve seu primeiro trailer divulgado. O detalhe deste filme é que o galã brasileiro Rodrigo Santoro aparece bastante ao lado da estrela caliente Jennifer Lopez, que por sinal também fez outro filme bem legal sobre gravidez chamado Plano B. O elenco ainda conta com outas estrelas como: Cameron Diaz, Isla Fisher, Chris Rock, Dennis Quaid. O filme segue a mesma linha de Simplesmente Amor (Love Actually de 2003) e mostra a rotina de cinco casais que se preparam para serem pais. A personagem de Diaz é uma mulher de 42 anos que comanda um programa de TV sobre perda de peso. Morrison vive seu marido. Rock será Vic, um futuro pai. Kendrick vive Rosie, grávida após passar uma noite com o ex. Decker viverá a esposa de um idoso (Quaid), que está muito assustadoramente tranquila em relação a parir gêmeos. Santoro vive o marido da personagem de Lopez, uma mulher que quer adotar uma criança, mesmo sabendo que o marido não está preparado. Segue o vídeo para ir matando a curiosidade:
Número de Visualizações: 2092

Filme O Que Esperar Quando Você Está Esperando

Vejam só o que vem por ai em termos de filmes sobre gravidez... Estou falando da nova comédia romântica chamda "O Que Esperar Quando Você Está Esperando", sendo o original é: "What to Expect When You're Expecting", baseado no livro best seller da escritora Heidi Murkoff, que serve como guia para mulheres durante os estágios da gravidez, que terá como protagonistas o galã brasileiro Rodrigo Santoro e a estrela Jennifer Lopez, que por sinal também fez outro filme sobre gravidez: "Plano B". Veja no vídeo abaixo a Jennifer Lopez e Rodrigo Santoro gravando suas cenas. Aliás inclusive recem separada, faz com que os boateiros de plantão, dizerem de que os dois estão tendo um affair na vida real... O elenco ainda conta com Cameron Diaz, Isla Fisher, Chris Rock, Anna Kendrick, Brooklyn Decker , Dennis Quaid e Chase Crawford. O filme segue a mesma linha do filme Simplesmente Amor, e mostra a rotina de cinco casais que se preparam para serem pais. A personagem de Diaz é uma mulher de 42 anos que comanda um programa de TV sobre perda de peso. Morrison vive seu marido. Rock será Vic, um futuro pai. Kendrick vive Rosie, grávida após passar uma noite com o ex. Decker viverá a esposa de um idoso (Quaid), que está muito assustadoramente tranquila em relação a parir gêmeos. Santoro vive o marido da personagem de Lopez, uma mulher que quer adotar uma criança, mesmo sabendo que o marido não está preparado.
Número de Visualizações: 3809

Mais um Filme sobre Gravidez Vem Ai, Desta Vez com a Cameron Diaz = Fime do Livro What to Expect When You’re Expecting

Depois de uma recente safra de bons filmes sobre gravidez (lembram-se da Pré-Estreia Exclusiva que fizemos em SP e Rio do Filme Plano B com a Jennifer Lopez?, agora é a vez da bela atriz Cameron Diaz, entrar nesta lista. Ela está em negociações para estrelar a comédia “What to Expect When You’re Expecting”. O longa é baseada em um dos mais conhecidos e principais livros sobre gravidez da autora Heidi Murkoff.
What to Expect When You’re Expecting
Na trama, cinco casais vivem os problemas e as alegrias da gravidez. Cameron deve viver uma mulher de 42, apresentadora de um programa sobre perda de peso. Shauna Cross (“Garota Fantástica”) e Heather Hach (“Sexta-Feira Muito Louca”) assinam o roteiro. Kirk Jones (“Nany McPhee: A Babá Encantada”) deve dirigir. Mas o filme não tem data de estreia definida. Vamos aguardar...
Número de Visualizações: 1682

Dicas de Filmes sobre Gravidez, Adoção e Inseminação Artificial = Minhas Mães e Meu Pai

A questão da maternidade está na moda em Hollywood com o lançamento de uma série de filmes que exploram tanto a adoção, como Destinos Ligados e Quando me Apaixono, quanto a gravidez fruto de inseminação artificial, que movimentou a trama dos recentes Plano B e Coincidências do Amor. Sensação no último Festival de Sundance, Minhas Mães e Meu Pai faz parte do segundo grupo, embora sua gênese seja muito mais pessoal do que oportunista. Homossexual assumida, a diretora Lisa Cholodenko se inspirou na própria experiência da busca de um doador de sêmem para criar o casal formado por Julianne Moore e Annette Bening. Dica de Filme sobre Gravidez = Quatro é bom, cinco é demais Na trama, elas estão juntas há duas décadas e são mães de dois adolescentes. A família pouco convencional ganha um quinto e inesperado integrante quando os filhos decidem procurar o pai biológico, e Mark Ruffalo está um charme como esse sujeito viril e deliciosamente juvenil. Não há nada de excepcional ou profundo na abordagem dos conflitos e dos ajustes que cada um deles terá pela frente ao lidar com a nova situação. Mas é justamente essa leveza e naturalidade que autentica o filme e o torna um programa agradável. Nem mesmo o fato de se tratar de uma relação lésbica deve restringir o público, pois a cineasta quer é falar de casamento, das alegrias e dificuldades que fazem parte de todos eles. Agora, Julianne e Annette são um arraso em cena. Uma um bocadinho mais feminina que a outra e com intimidade e sintonia de fazer inveja a muitos casais heteros. Vejam abaixo o trailler:
Número de Visualizações: 6377

O Refúgio = Filme sobre o mistério de ser mãe

O cineasta francês François Ozon tem investigado a família contemporânea por meio de filmes que parecem não tratar diretamente do assunto. Ele fala de relações, e a família vem embutida. No seu longa anterior, Ricky, ele contou a história de um menino que nasce com asas e termina voando para a vida. De certa maneira, realizou seu desejo de falar sobre o que considera o mais duro dos temas - a morte de uma criança. Em Ricky, o desafio da família, da mãe, era se reconstruir após o desaparecimento do garoto. Em O Refúgio, seu novo longa, que acaba de estreiar no circuito, Ozon fala sobre a maternidade. Curiosamente, sobre o desejo de maternidade de uma mulher que não quer ser mãe. Segundo ele, a maternidade é um mistério da mulher que escapa ao homem.
Podemos estudar cientificamente as transformações que ocorrem em seu corpo e ainda assim haverá uma zona de sombra. As próprias mulheres se surpreendem, muitas vezes, ao vivenciar o processo de gestação. E há aquelas que reagem contra o ser que cresce dentro delas, que o consideram um estranho. Queria entender um pouco o fenômeno e, por isso, há tempos acalento o projeto de O Refúgio. Sempre, ou pelo menos há muito tempo, queria fazer esse filme sobre a maternidade, mas me pareceu que seria interessante contar a história de uma grávida que, no limite, não quer ser mãe. Não queria contar nenhum caso clínico. A morte do homem amado me pareceu uma solução interessante. Ele morre de overdose. Isabelle (Carré), sua personagem - ao menos -, quase morre, também. Durante o salvamento, os médicos descobrem que está grávida. Ela decide ter o filho sozinha, mas o que quer, no próprio corpo, é prolongar a vida do homem amado e que perdeu. Minha personagem encara o desafio da maternidade sem ter o desejo de ser mãe.
François Ozon fala que O Refúgio nasceu do seu desejo de entender o mistério da maternidade e também da vontade de falar sobre novas concepções de família. Drogas, homossexualidade, o coquetel de O Refúgio é forte, mas o mais interessante será acompanhar a gravidez de Isabelle Carré. A atriz, como a personagem, estava grávida. O filme é sobre essa mulher que quer viver a experiência da gravidez para manter no próprio corpo a semente do homem amado, mas no limite não tem o instinto da maternidade e não quer ser mãe. Uma barriga de aluguel? Quase. É curioso comparar O Refúgio com outro filme em cartaz, O Estranho em Mim, da alemã Emily Atef, sobre essa mulher que sofre de uma depressão pós-parto e rejeita o bebê, que vira o estranho do título. São filmes que enfrentam tabus raramente abordados pelos autores. Ozon é gay assumido, Emily é mulher. Ambos possuem a sensibilidade de propor novas abordagens de velhos temas. O Refúgio foi bem de bilheteria na França, mas não foi um estouro. Os críticos o rotularam como um filme de arte e ensaio, essencialmente autoral, e com esse perfil ele encontrou seu público. Fica a dica... Vejam o trailler abaixo:

Número de Visualizações: 1524

Maternidade, Gravidez Tardia e Adoção São Temas do Filme Quando me Apaixono

Na comédia dramática "Quando me Apaixono", que estreia apenas em São Paulo, brigam duas histórias que tentam coexistir, mas nunca conseguem direito. A primeira é sobre uma mulher de quase 40 anos, cujo relógio biológico parece dar as últimas badaladas, ao mesmo tempo em que seu casamento chega ao fim. Ainda assim, ela não desiste da ideia de ter um filho, e adoção não é uma opção. A segunda história é sobre uma mulher de quase 40 anos, que, depois da morte de sua mãe adotiva, é procurada por sua mãe biológica. Esta é uma apresentadora de televisão relativamente famosa e meio megalomaníaca, que alega que a filha é o fruto de uma noite de amor com o famoso ator Steve McQueen. A filha não acredita em nada e a mãe precisa conquistar seu amor. A atriz Helen Hunt (Melhor é Impossível), estreando na direção, tenta juntar essas duas linhas narrativas. Ela mesma interpreta April, professora primária, filha adotiva, mulher separada, órfã, que é procurada pela mãe biológica (Bette Midler, Mulheres - O Sexo Forte), tentando uma reaproximação. Há também sua vida amorosa: abandonada pelo marido (Matthew Broderick, o eterno Ferris Bueller de Curtindo a Vida Adoidado), ela acaba se envolvendo com o pai de um aluno (Colin Firth, de Direito de Amar). Helen, que corroteirizou o filme com Alice Arlen e Victor Levin, a partir de um romance de Elinor Lipton, no entanto, parece tentar evitar que os dilemas realmente cheguem aos seus limites. A história e a vida das personagens são carregadas por uma espécie de força do destino, na qual tudo é possível. A adoção é tratada de forma delicada e com certa complexidade. A personagem de Helen sonha em ser mãe, mas se recusa a adotar uma criança. Ela diz ao irmão, filho biológico de seus pais adotivos, que ele nunca soube o peso de ser um filho adotivo. Ao que ele rebate, ela nunca conheceu o peso de ser uma filha biológica. Ela terá um longo caminho de aprendizagem, incluindo uma gravidez inesperada e a visita ao ginecologista com o ex-marido e o namorado. O médico, aliás, é interpretado pelo premiado escritor anglo-indiano Salman Rushdie (autor de Versos Satânicos)- numa participação, no mínimo, inusitada. A maior graça de "Quando me Apaixono" está na presença de Bette Midler, no papel da mãe desmiolada da protagonista. Seus estratagemas para conquistar o amor da filha são divertidos. Da mesma forma, a personagem traz uma dimensão peculiar para a maternidade. Quando a atriz não está presente em cena, o filme perde, pois os demais personagens são um tanto pálidos em comparação. O título que deram no Brasil para o filme, "Quando me Apaixono" (o original é Then She Found Me, algo como, "Então Ela me Encontrou"), não poderia ser mais enganador. Pode fazer o espectador pensar que se trata de uma comédia romântica, ou um romance, quando, embora existam elementos desses gêneros, é um drama focado na maternidade e na relação entre mãe e filha. Os desencontros da vida romântica da protagonista até existem, mas estão num segundo plano.
Número de Visualizações: 1803

“Coincidências do Amor” = Novo filme com Jennifer Aniston também aborda gravidez independente

As trapalhadas de Jennifer Lopez em “Plano B” (em que fizemos inclusive uma promoção com pré-estréia exclusiva para clientes da Zazou), ainda não saíram de cartaz e outro filme sobre maternidade independente já se anuncia no horizonte das salas nacionais. “Coincidências do Amor” é protagonizado por Jennifer Aniston e estreia no Brasil dia 17 de setembro. No filme, Kassie (Aniston) quer ter um filho por seus próprios meios, a despeito da opinião de Wally, seu melhor amigo interpretado por Jason Bateman. Ela então prepara uma “festa de inseminação”, mas tudo dá errado e ela termina grávida, mas não do candidato que escolhera... As primeiras imagens mostram um humor com diálogos ácidos e, ao mesmo tempo, leves, nos moldes de “Juno” e “Pequena Miss Sunshine”, dos mesmos criadores. A produção está recheada de mentes criativas mesmo antes da etapa de roteiro e direção. Veja o trailler abaixo:
Número de Visualizações: 1641

Pré-Estreia Gratuita do CineMaterna do Filme s/ Depressão Pós-Parto = O Estranho em Mim

Gostaria de dar a dica de que a Mostra Internacional de Cinema vai lançar nesta segunda o filme “O Estranho em Mim”, que aborda o polêmico tema da depressão pós-parto, que conta a história do jovem casal que, com o nascimento do primeiro filho, se depara com a impotência e desespero diante do estranhamento da esposa com o bebê. Trata-se de um retrato pessoal de uma mulher que cai em uma crise profunda, afetando a vida de todos que a cercam. Haverá uma pré-estreia gratuita do filme exclusiva para casais grávidos em parceria com o CineMaterna com apoio da Zazou, no dia 02 de agosto (Seg) às 20h, no cinema Frei Caneca Unibanco Arteplex, seguindo de debate sobre o tema, que vale a pena ir. A exibição será feita para convidados, entre grávidas, futuros pais e profissionais da área de saúde. Para participar gratuitamente, o convidado deve fazer sua inscrição pelo site: www.cinematerna.org.br/estranho_em_mim. Depois do filme, haverá uma conversa dirigida sobre o tema “depressão pós-parto” com moderação do Dr. Alexandre Faisal, ginecologista e obstetra, especialista em psicossomática e autor do livro Segredos de Mulher – Diálogos entre um Ginecologista e um Psicanalista, que vai mostrar dados de seu estudo sobre a questão. O encontro contará ainda com a participação do obstetra Dr. Jorge Kuhn e da psicóloga Tânia Novinsky. Legal não?
Pré-Estreia Gratuita do CineMaterna do Filme s/ Depressão Pós-Parto = O Estranho em Mim
Número de Visualizações: 1724

Venha Assistir Conosco a Pre-Estreia Fechada p/ Convidadas da Zazou do filme Plano B nesta quinta às 21hs no Rio e SP

A Renata Inague Nomura, que é Executiva de Vendas da Danisco, mandou seu email para nosso concurso cultural o Dia dos Namorados da Zazou dizendo que o Plano B dela para este dia dos namorados será:
"Meu plano B para o dia nos namorados é assistir a um filme bem divertido, comendo pipoca e dando bastante bicotas, curtindi este friozinho, no escurinho do cinema!!"
E ela ganhou um par de convites para assistir conosco esta pre-estreia em uma sessão fechada e exclusiva para convidadas da Zazou. O nome esta na lista de convidadas VIPs da loja de SP, aonde ela tem que passar para pegar o convite até quarta, já que é obrigatória a apresentação do mesmo na parto dos cinemas, ok? Lembrando de que teremos duas sessões simultaneas nesta quinta (10/6) às 21hs. Uma em SP no Cinemark do Market Place e no Rio no Cinemark do Downtown.
Número de Visualizações: 1579

Qual o seu Plano B para o Dia dos Namorados das Grávidas na Zazou?

Este é o Plano B da Fabiana Iara, que mandou a frase abaixo para o email: PlanoB@zazou.com.br participando do nosso concurso cultural:
"Meu plano B para o dia dos namorados e ficar bem agarradinho em baixo do edredon com meu marido acariciando nossa pequena."
Mas não vai ser o que vocês dois vão fazer pelo menos no dia 10/6 (quinta da semana que vem), pois acaba de ganhar um par de convite para irem os dois assistir conosco a pre-estreia fechada exclusiva para grávidas convidadas da Zazou da comédia romântica Plano B com a Jennifer Lopez grávida no Cinemark do Market Place às 21hs. O nome dela esta na lista de convidadas VIPs da Zazou, e vai precisa passar com um documento de identidade na loja da Zazou em São Paulo na Rua Prof. Atílio Innocenti 952 na Vila Olímpia até a próxima quarta (dia 9/6) para retirar pessoalmente de forma gratuita seu par de convites, já que é obrigatória a apresentação do mesmo na porta do cinema no dia para entrar no evento, que acontece no mesmo dia e hora tanto em SP (Market Place) como no Rio de Janeiro (Downtown). Temos convites para as duas cidades aonde temos loja!Não precisa comprar ou pagar nada para participar. Basta mandar um email com sua estória que pode ser como ela e ganhar as dezenas de pares de convites da Zazou. Mas não deixe de faze-lo no último dia, pois caso não passe até esta data da quarta, o seu convite será distribuido para outra pessoa, ok? Qualquer dúvida ligue para: (11) 3846-6511 e fale com a Jéssica ou Tatiana em SP ou (21) 2247-4645 com Tânia no Rio. Gostaria de agradecer a Sony Pictures e o Cinemark pela parceria inédita que é mais um diferencial que só a Zazou oferece as gravidas cariocas e paulistas.
Número de Visualizações: 1408

Dia dos Namorados das Grávidas na Zazou = Ganhe Convites p/ Pre-Estréia Exclusiva da Zazou p/ o Filme Plano B c/ Jennifer Lopez – Dia 10/6 às 21hs no Cinemark (SP e RJ)

Não esquecemos das grávidas no dia dos namorados, por isto fizemos uma parceria com a Sony Pictures para oferecer um belo programa para nossas clientes grávdias levarem seus namorados. No dia 11 de junho será lançado nos cinemas a nova comédia romântica da Jennifer Lopez, em que ela fica grávida, e toda a história se dá ao redor disto, chamado de "Plano B". Vamos então fazer no dia 10/6 às 21hs uma sessão de pré-estreia fechada do filme Plano B, apenas para convidadas grávidas da Zazou no Cinermark no Rio de Janeiro (Downtown) e em São Paulo (Market Place). Se desejar ganhar um par de ingresso para ir conosco assistir este filme antes de todo mundo, basta ler o flyer abaixo e mandar um email para: PlanoB@zazou.com.br, noscontando qual é o seu Plano B neste dia dos namorados? Dia dos Namorados das Grávidas na Zazou = Ganhe Convites p/ Pre-Estréia Exclusiva da Zazou p/ o Filme Plano B c/ Jennifer Lopez - Dia 10/6 às 21hs Lembrando de que mais uma vez trata-se de uma promoção democrática da Zazou aberta a todas as grávidas interessadas de São Paulo e Rio de Janeiro, aonde temos lojas na Vila Olimpia e no Forum de Ipanema. Por isto não precisa pagar nada. Não precsa comprar nada. Pode ganhar de graça. Basta participar e mandarseu email. Aonde mais você teria uma chances desta de surpreender seu namorado e convida-lo para um programa a dois tão romantico e ainda relacionado a sua gravidez e sem pagar nada? Tenho certeza que ele vai adorar esta sua surpresa... Mas mande logo pois os lugares são limitados e a procura tem sido grande.
Número de Visualizações: 2366

Video = Trailler Filme Plano B & Ingressos para Seção de Pré-Estreia Exclusiva Fechada para Grávidas da Zazou

Vejam abaixo o trailler com legendas em português do filme Plano B com a Jennifer Lopez que a Sony Picticures esta lançando agora no dia 11 de junho para o Dia dos Namorados, todo em torno da gravidez. Gostou? Parece legal, não? Então saiba que a Zazou em parceria com a Sony vai promover uma sessão de pré-estreia exclusiva fechada apenas para convidadas grávidas no dia 10/6 (quinta) às 21hs em Sâo Paulo (Market Place) e no Rio (Downtown). E você pode ser uma das convidadas. Quer ir? Basta mandar um email para: planob@zazou.com.br, colocando seus dados de contato e por que quer ir neste evento, que por sinal vai se badalado e ter a participação de outras grávidas famosas que se vestem de Zazou... Aliás falando em famosa, quem sabe a própria Jennifer Lopez não vai aparecer para participar deste lançamento...
Número de Visualizações: 1421

Dia dos Namorados Ganha Promoção Especial no Roteiro das Grávidas na Vila Olímpia

O clima de romance já esta no ar com o final do mês de maio. E a chegada do mês de junho e do dia dos namorados promete ser em clima total de paixão para a futura mamãe, a titia, a amiga ou a irmã, na Vila Olímpia. E não é por que você esta grávida que vai deixar de curtir seu namorado e marido. E queremos ajuda-la nisto... O Roteiro das Grávidas, que reúne algumas das principais lojas de São Paulo que ficam na região da Vila Olímpia especializadas em produtos para gestantes e bebê, da qual a Zazou tem orgulho de fazer parte, criou uma promoção cultural que vai premiar 20 casais com um par de ingressos para uma pré-estreia exclusiva apenas para convidadas grávidas do filme “Plano B” da Sony Pictures, com a atriz Jennifer Lopez. A partir do dia 1º de junho, quem passar por uma das lojas participantes do Roteiro das Grávidas: Zazou, Puro Amor, Kinder Haus e Belle Petit & Maison, poderá preencher gratuitamente um cupom respondendo a pergunta “Qual é a maior alegria durante os 9 meses da futura mamãe?" e as 20 melhores respostas ganham um par de ingressos para a pré-estreia exclusiva da comédia romântica “Plano B”, no dia 10 de junho às 21hs, no Cinemark do Shopping Market Place, em São Paulo. Estrelado pela atriz Jennifer Lopez o filme fala de amor, casamento e relações familiares. Esta promoção é uma parceria exclusiva do Roteiro das Grávidas com a Sony Pictures. Não há qualquer custo ou necessdade de comprar nada para participar deste concurso. Precisa apenas ir em uma das lojas participantes. Dia dos Namorados Ganha Promoção Esecial no Roteiro das Grávidas na Vila Olímpia E para fechar o mês dos namorados em grande estilo, e de maneira bem saborosa e romântica, o Roteiro das Gravidas ainda sorteará no dia 30 de junho um delicioso jantar em clima romântico com direito a luz de velas no restaurante Kaá, que aliás fica também na Vila Olímpia. Mais uma vez para participar de forma democrática, a consumidora deverá preencher um cupom gratuitamente e colocar em uma das urnas nas lojas participantes. Quem fizer compras durante o período da promoção poderá multiplicar as suas chances de ganhar. A cada R$ 200,00 gastos nas lojas participantes do roteiro a cliente receberá mais um cupom extra para concorrer ao prêmio. E tem mais, a grávida aorteada ainda vai ganhar também um look exclusivo completo da Zazou a sua inteira escolha, para desfrutar da noite em grande estilo e bem elegante! Não sera por falta de uma bela roupa que vai deixar de sair com seu marido e cortir a dois esta noite especial no maior clima. Dia dos Namorados Ganha Promoção Esecial no Roteiro das Grávidas na Vila Olímpia Informações sobre as promoções estão também no site do Roteiro: www.roteirodasgravidas.com.br Para quem não sabe o Roteiro das Grávidas surgiu em outubro de 2009 por meio de uma iniciativa dos lojistas localizados entre as ruas Atílio Innocenti e Santa Justina e região. Ao longo dos últimos 10 anos a Vila Olímpia vem se desenvolvendo e crescendo no segmento de produtos voltados para o segmento de gestantes e bebês. O fácil acesso, a segurança e a proximidade das lojas permitem uma circulação livre e rápida de uma unidade até a outra (inclusive a pé) e proporcionam agilidade e conforto ao consumidor, principalmente às gestantes. O Roteiro das Grávidas conta ainda com um site (www.roteirodasgravidas.com.br) onde é possível ficar por dentro de tudo o que acontece no roteiro e ainda ver as dicas de especialistas sobre gestação, amamentação, crescimento e desenvolvimento do bebê. Roteiro das Gravidas na Vila Olímpia
Número de Visualizações: 1503

Promoção do Dia dos Namorados na Zazou = Ganhe Convites p/ Pre-Estréia Exclusiva Fechada p/ Convidadas Grávidas da Zazou p/ o Filme Plano B c/ Jennifer Lopez – Dia 10/6 às 21hs

Esta dica é para as grávidas Cariocas e Paulistas aonde a Zazou tem loja, respectivamente na Vila Olímpia e na Galeria do Forum de Ipanema. Queria avisar de que as promoções para o Dia dos Namorados das Grávidas na Zazou não param! Vamos promover em parceria com a Sony Pictures duas sessões no dia 10/6 às 21hs de pré-estreias exclusivas fechadas apenas para nossas convidadas grávidas do Filme Plano B com a Jennifer Lopez grávida. Uma comédia româtica que vai bombar! Promoção do Dia dos Namorados na Zazou = Ganhe Convites p/ Pre-Estréia Exclusiva Fechada p/ Convidadas Grávidas da Zazou p/ o Filme Plano B c/ Jennifer Lopez - Dia 10/6 às 21hs Podem ir pensando em uma boa resposta para esta pergunta acima, e depois mandar suas respostas em duas linhas, com seus dados de contato completos de contato para o email: PlanoB@zazou.com.br, que vamos escolher as melhores e mais criativas frases para ganhar pares de convites para este evento. Lembrando mais uma vez de que não é preciso pagar ou comprar nada na Zazou. Tudo de graça na faixa. Uma oportunidade de você surpeender seu namorado e convida-lo para um programa legal e assistir esta comédia romântica, adiantando as comemorações do dia dos namorados. Teremos uma sessão no Rio de Janeiro no Cinemark do Downtown e uma sessão também em São Paulo no Cinemark do Market Place. Ambas no dia 10/6 às 21hs. O que acha deste nosso convite? Venha participar de mais esta promoção exclusiva e democrática da Zazou, que não para de pensar em como oferecer novos e criativos diferenciais para as nossas clientes grávidas.
Número de Visualizações: 2174

Parceria da Zazou com a Sony Pictures para Lançamento do Filme Plano B

Havia comentado aqui sobre o Filme “Plano B", da Sony Pictures, cujo nome em inglês é The Back-Up Plan, que é uma comédia que explora a gravidez, a maternidade, o romance, o amor, o casamento e asrelações familiares “de trás para frente”. Parceria da Zazou com a Sony Pictures para Lançamento do Filme Plano B Basicamente a história é que após anos de inúmeros namoros, Zoe (Jennifer Lopez) decidiu que esperar pelo “homem certo” para ser o pai de seu bebê estava demorando demais. Algo que provavelmentemuitas aqui também passaram. Determinada a se tornar mãe, ela decide fazer uma inseminação artificial e vai sozinha à consulta. Mas no dia da consulta, ela conhece Stan (Alex O’Loughlin), que logicamente é um belo partido que pode ser o homem ideal. A tentativa de manter uma relação de amizade e, ao mesmo tempo, esconder os sinais da gravidez, torna-se uma comédia de erros para Zoe, que envia “sinais confusos” para Stan. Quando Zoe revela, nervosamente, a razão do seu comportamento imprevisível, Stan diz que está disposto a aceitar a situação. Ele jamais teve um relacionamento no qual uma noite alucinada de sexo implica três pessoas na cama – Stan, Zoe e o sempre presente imenso travesseiro da gravidez. O verdadeiro teste de gravidez chega no momento em que ambos se dão conta de que se conhecem pouco, fora das situações de caos hormonal e de preparações para o parto. Com o fim dos nove meses chegando, eles ficam com medo. Qualquer pessoa pode se apaixonar, se casar e ter um filho. Mas, fazer isto “de trás para frente” pode até ser uma prova de que eles realmente foram feitos um para o outro. O filme estreia nos cinemas brasileiros no dia 11 de junho para o Dia dos Namorados. Mas o legal é que a Zazou em parceria com a Sony Pictures vai promover como uma promoção de Dia dos Namorados uma pré-estréia em sessão exclusiva para nossas clientes grávidas no Cinemark em São Paulo (Market Place) e no Rio de Janeiro (Downtown) no dia 10 de junho às 21hs, e você vai poder convidar seu marido ou namorado para ir ao cinema curtir a dois de graça e antes de todo mundo, pois vamos sortear uma série de pares de convites para estas duas sessões especiais no Rio e SP. As interessadas em participar desta sessão exclusiva da Zazou por favor mandem seus dados completos de contato e o motivo pelo qual gostariam de estar na lista de grávidas convidadas da Zazou para o email: PlanoB@Zazou.com.br. Aguardamos seu contato. Mais uma vez Zazou saindo na frente, lançando novidades, e fazendo moda.
Número de Visualizações: 2729

Video = Veja o making of do filme ‘Plano B’

Há alguns meses atrás comentamos o caso da Lilian que engravidou as 52 anos para realizar o sonho de sua vida de ter uma filha, mas ela não esta sozinha. Tanto que este é exatamente o tema do novo filme "Plano B" da atriz Jennifer Lopez (Zoe), que faz o papel de uma mulher que deseja engravidar, mas desistiu de esperar pelo homem ideal. Ela decide fazer inseminação artificial quando, finalmente, encontra seu grande amor. Vejam no vídeo abaixo um trailler e uma entrevista com ela. Gostou? Parece ser bom, não? O lançamento oficial no Brasil será no dia 11 de junho para comemorar o dia dos namorados. E quem sabe não descolamos alguns ingressos para você levar seu namorado ao cinema, heim?
Número de Visualizações: 1571

Video = Plano B = Novo Filme da Jennifer Lopez

Vejam só o tema do novo filme da Jennifer Lopez, que desesperada para ter um filho, decide recorrer à inseminação artificial utilizando o esperma de um doador. Porém, no dia em que seu exame de gravidez dá positivo, ela conhece o homem de seus sonhos. Vejam o trailler legendado abaixo:
Número de Visualizações: 1511

Cinematerna

Uma sala de exibição com dezenas de mães e bebês não é exatamente o cenário ideal para cinéfilos inveterados. Já para mulheres que deram à luz há pouco tempo, voltar a frequentar o cinema sem precisar se separar do rebento é uma ótima pedida. Criado há um ano por um grupo de amigas gestantes cinéfilas que não queria abrir mão da vida social após o parto, o CineMaterna já virou um evento organizado, com direito a código próprio de etiqueta escrito em versos. Uma das regras é a mãe se levantar para dar uma voltinha com o bebê caso ele se agite durante o filme. Em compensação, as sessões, realizadas no Espaço Unibanco da Augusta, no Shopping Frei Caneca e no Cinemark Market Place, são todas adaptadas para garantir conforto e segurança às mulheres e seus filhotes. O som é um pouco mais baixo do que nas exibições convencionais, o ar condicionado é mais brando e algumas luzes permanecem acesas. Também ficam disponíveis um trocador de fraldas e tapetes onde os bebês podem brincar. O CineMaterna, que aceita mães com crianças de até 18 meses, já contabiliza 1.300 pessoas cadastradas em seu site (http://www.cinematerna.com.br). Na internet, as mães (e pais) elegem o filme ao qual querem assistir na semana, votando em títulos pré-selecionados pela organização. "Não é só comédia romântica, mas a gente evita filmes de terror, suspense ou que tenha muitos tiros", explica uma das idealizadoras, Irene Nagashima, mãe de Max, de um ano e cinco meses. Em parceria com distribuidoras, a organização exibe tanto filmes que estão em cartaz quanto outros que já saíram de circuito. Depois de cada sessão, o grupo se reúne num café próximo ao cinema. Nas sessões do Espaço Unibanco, por exemplo, o encontro acontece no Starbucks do Center 3. Além das três salas onde o CineMaterna acontece, o Bristol, primeiro espaço a acolher informalmente o grupo, hoje promove sua própria sessão para mães e filhos. "A gente quer que um dia todos os cinemas recebam mães com bebês e estamos estudando as salas da cidade para expandir o projeto", avisam as organizadoras. Sessões CineMaterna: Espaço Unibanco Augusta (terças-feiras, 14h, R$13); Cinemark Market Place (quintas-feiras, 14h, R$12); e Frei Caneca Arteplex (sábados, 11h, R$18) Sessão Bebê (a partir de março): Multiplex Bristol (terças-feiras, sempre na primeira sessão, R$10) Veja abaixo a opinião e visão de um crítico de cinema que foi conferir pessoalmente a idéia: "No fim de 2008, visitei mais maternidade do que cinema. Meus amigos resolveram colocar muito filho no mundo. Então fui conferir o projeto Cine Materna e convidei um dos casais. Vimos ‘Sim, Senhor’ em uma manhã de sábado, no Unibanco Arteplex. Os bebês não pagam 1/9 da entrada. O público-alvo é o pai e a mãe com criança de colo e poucas chances de pegar um cineminha. No Cine Materna, o berreiro é liberado. Ninguém reclama do chororô do moleque do vizinho quando sabe que o seu faz igual. Fora do meu habitat, deixei meus conceitos de lado por duas horas. No início, parecia que a garotada se comportaria. Mas logo, não importava quantas caretas Jim Carrey fazia, elas se desinteressaram pela luz da tela e revezaram-se nos agudos. Alguns pais caminhavam pela sala, ninando os pequenos. Uma menina brincava na rampa para deficientes. Outra pronunciava palavras em um idioma próprio. Não demorou para começar a troca de fraldas. Alguns pais eram mestres: nem paravam de ler as legendas durante a complicada operação. Meu amigo teve que ir duas vezes limpar o filho na mesa montada para isso. Não entendo de psicologia infantil, mas diria que o garoto tem um senso crítico precoce e estava apenas expressando sua opinião sobre o filme. Apesar do caos, vi que todos estavam felizes por fazer um programa diferente fora de casa. Quanto a mim, disponho-me a ser o tio que levará a turminha ao cinema quando ficarem um pouco maiores e entenderem o que significa ‘shhh’." E você já participou? Tem interesse de ir? Mande seus comentários!
Número de Visualizações: 1237

Presente do Dia das Mães de Campinas da Zazou = Convite Estreia CineMaterna

A Zazou em parceria com a loja Pra Mamãe e a ONG CineMaterna oferece para suas clientes de Campinas, um exclusivo presente na semana do Dia das Mães: convites gratuitos para o lançamento da CineMaterna no Shopping Iguatemi de Campinas com o Filme Divã. Para quem ainda não sabe, a ONG CineMaterna (http://www.cinematerna.org.br) promove sessões de cinema para mães com bebês, com filmes para entretenimento das mães e sala especialmente preparada para o conforto dos bebês: som e ar condicionado reduzidos, ambiente levemente iluminado e trocador dentro da sala. E agora além de São Paulo e Rio, Campinas passa também a contar com esta novidade. A sessão de lançamento será fechada apenas para convidados, seguida de um animado coquetel. Para receber o convite, escreva para zazou@cinematerna.org.br até 30 de abril, informando seu nome completo, nome e idade do bebê e aguarde nossa confirmação. As vagas que são limitadas, serão preenchidas por ordem de confirmação. Por isto corre e manda logo seu email e garanta este convite para esta festa! ANote os dados da sessão: Data: 5 de maio (terça-feira) Horário: 14h Local: Cinemark do Shopping Iguatemi Campinas Filme: Divã (http://www.divaofilme.com.br) Este filme por sinal esta fazendo o maior sucesso... Veja o trailler: Lembrando que que o evento é patrocinado pela MAM (www.mambaby.com.br). Mais uma novidade e vantagem que só a Zazou e suas parceiras oferecem... Queremos estar sempre perto de nossas clientes. Nos vemos por lá!
Número de Visualizações: 1853

Video = Cineasta conta sua experiência com adolescentes grávidas

A diretora do documentário "Meninas", Sandra Werneck, conta para Jairo Bouer do UOL e os internautas o que aprendeu com filme sobre jovens grávidas:
Número de Visualizações: 1726

Programação do CineMaterna em SP e RJ nesta semana

Como havia comentado aqui o "CineMaterna" tem sessões regulares em São Paulo e Rio de Janeiro, mas está ampliando seus horizontes a partir da próxima semana. São Paulo terá sua programação regular e na sessão semanal desta terça (dia 7/4) no Espaço Unibanco Augusta, o filme escolhido foi “Lição de Amor”. Prestes a estrear no Rio de Janeiro, a CineMaterna conta com as mães que participaram da votação do filme no site www.cinematerna.org.br e estão na expectativa de testar essa nova experiência cultural. Já no Rio, “Quem Quer Ser Um Milionário”, grande campeão do Oscar 2009, é a escolha das mães cariocas para a primeira sessão amigável para bebês aberta ao público. O cinema parceiro no Rio de Janeiro é o Unibanco Arteplex Botafogo, que todas as quintas, às 14h00, a partir do dia 09/04, terá uma sala adaptada pela CineMaterna, com trocadores, tapetes de atividade para bebês engatinhantes, estacionamento de carrinhos e ainda ar condicionado, som e luz adequados a uma platéia tão especial. O bate-papo após sessão acontecerá no bistrô do próprio cinema. Para que a sessão seja tranquila, as mães são convidadas a atentar às regras de convivência, disponíveis no site, e que também começará a ser apresentada em vinheta antes do início de cada sessão.
Número de Visualizações: 1741

Filme sobre Gravidez = Away We Go

Gostaria de trazer como todo sábado uma dica de filme legal que fala daa gravidez. Desta vez quero dizer que depois de finalizar o filme "Foi Apenas um Sonho", que inclusive já comentamos aqui neste Blob, o produtor, roteirista e diretor Sam Mendes (que fez Beleza Americana, Soldado Anônimo) decidiu enveredar pela comédia romântica indie e realizou "Away We Go" (anteriormente intitulada This Must be the Place). Eles mudam os diretores mas a estética e os temas continuam os mesmos: letreiro infantil, música ao violão, famílias disfuncionais, gente barbuda, travelings em câmera lenta (o da esteira do aeroporto parecia uma ironia, mas depois ele manda outro no interior do avião)... No meio de tanta grávida só faltou aparecer a Juno. Confira o trailer abaixo: John Krasinski (The Office) e Maya Rudolph (Saturday Night Live) interpretam um casal que viaja pelos EUA atrás de um lugar para criar sua família. O roteiro é do escritor Dave Eggers e sua esposa, a também romancista e editora Vendela Vida. A produção é da Focus Features e a estreia acontece em 5 de junho nos EUA. No Brasil ainda não há previsão. Mas fique de olho quando lançar por aqui!
Número de Visualizações: 1436

CineMaterna chega ao Rio de Janeiro no circuito comercial de cinema

Gostaria de comentar hoje sobre um projeto que a Zazou apoia chamado CineMaterna. E para quem não sabe o CineMaterna é uma ONG pioneira em sessões de cinema para mães acompanhadas por seus bebês. Desde fevereiro de 2008, Irene Nagashima reúne um grupo de mães que desejavam retomar sua vida cultural, sem que abrissem mão da companhia de seu filho. Como associação, a CineMaterna estabelece parcerias com as redes para garantir os cuidados necessários para as sessões: escolha dos filmes pelas mães através do site www.cinematerna.org.br, ar condicionado mais suave, som mais baixo, luzes ligeiramente acesas, trocadores dentro da sala e tapete de atividades para os bebês que engatinham. Como ONG (organização não-governamental sem fins lucrativos) promove o resgate social da puérpera através da cultura e incentiva a troca de experiências entre mulheres sobre as diversas questões da maternidade, com bate-papo após a sessão de cinema. Vai muito além da curiosidade o interesse que têm provocado as sessões de cinema feitas especialmente para mães e seus bebês. O olhar de quem encontra o grupo de mães na entrada do cinema ou conversando depois do filme no café, é atraído pela alegria e cumplicidade contagiante dessa turma. Uma mãe com bebê tem pouquíssimas opções de lazer e quando a CineMaterna lançou as sessões amigáveis para esse público tão distante dos cinemas, atendeu a uma necessidade muito maior do que simplesmente ver um filme: as mães ganharam um ponto de encontro para conversar sobre questões da maternidade, além da possibilidade de voltar à vida cultural. As sessões começaram há um ano em São Paulo, com sessões semanais regulares e já levaram aos cinemas mais de 3000 adultos e 2000 bebês. O aniversário impulsionou alguns projetos da associação e a CineMaterna arruma as malas para dar início ao projeto no Rio de Janeiro, aonde a Zazou também tem loja. O cadastro no site www.cinematerna.org.br já está aberto para as mães cariocas se inscreverem. O lançamento no Rio de Janeiro será em grande estilo, com muitas mães e seus bebês em sessão fechada para a pré-estreia do filme “Divã” no dia 2 de abril. A partir de 9 de abril as sessões acontecerão regularmente no Unibanco Arteplex de Botafogo, sempre às quintasfeiras, às 14h00. As mães cariocas também participarão ativamente da programação, votando no filme da semana através do site. Por isto anote aí na sua agenda: 02/04/09, nesta Quinta-feira o filme escolhido foi: "Divã" Horário: 14h Local: Unibanco Arteplex Botafogo (Praia de Botafogo 316) Mas atenção pois esta sessão de inauguração é fechada a convidados e já esta lotada. Mas já a a partir da semana que vem no dia 09/04, você já pode participar. Sendo que os preços serão de R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia). Vejam qual será o filme no site do CineMaterna... Recomendamos! E nos vemos por lá!
Número de Visualizações: 1508

Filme = Nascendo no Brasil (Born in Brazil)

Gostaria de comentar hoje sobre outro elo documentário, de um tema de discussão de fundamental importância para as mulheres e as famílias brasileiras em geral, que é o parto, chamado: "Nascendo no Brasil" ou em ingLes Born in Brazil. Filme Nascendo no Brasil (Born in Brazil) Este documentário contraria a noção as mulheres desejam a cesárea. Usando depoimentos emocionentes e bem humorados de mulheres sobre parto nos hospitais públicos e privados no Brasil, este documentário original explora como a sociedade moderna depende da tecnologia e seu desejo de controlar o imprevisível. Vai ver diversas cenas de cesáreas, partos normais, entrevistas com médicos e gestantes... Para ter uma idéia nos hospitais privados no Brasil a taxa de cesariana é na média de 70%, embora pesquisas mostram a maioria das mulheres preferem parto natural. E por que então isto acontece? Os médicos atribuem a alta taxa de cesariana paciente procura, quando na verdade cesariana é mais conveniente e lucrativo para os médicos. Tocando e humorístico contas de parto de mulheres e seus médicos revelam as pressões que estimulam a bruto excessivo de cesariana no Brasil. Este documentário de 52 min, produzido e dirigido por Cara Biasucci, baseia-se na investigação da Kristine Hopkins e foi filmado em Porto Alegre, e falado em Português ainda que tenha legendas em Inglês, pois só foi possível graças ao apoio da Fundação William e Flora Hewlett. Para quem se interessou fica a dica do Link do site do filme com mais informações em: http://www.prc.utexas.edu/borninbrazil/index.htm
Número de Visualizações: 3715

Filmes sobre Gravidez = O Primeiro Grito (Le Premier Cri)

Gostaria de falar aqui sobre um interessante documentário sobre o nascimento, que explora essa dimensão entre diferentes povos e culturas, chamado: "Le primier cri", que se fossemos traduzir seria algo como “O Primeiro Grito”. Filme O Primeiro Grito O filme estreiou na França em outubro de 2007 e mostra mulheres ao redor do mundo durante a gestação até o momento do parto. Trata-se de um documentário produzido e distribuído pela "Walt Disney Studios Motion Pictures France" e realizado pelo francês Gilles de Maistre. Esse filme mostra a realidade de algumas mulheres que, espalhadas pelos cinco continentes da terra, deram à luz no dia em que ocorreu um eclipse, justamente no dia 23/03/2006. Para todas elas, desde a indiazinha que vive no coração da Amazônia até a nômade "touareg" que vive no meio do nada, no deserto da Nigéria, passando, ainda, pela Índia, Estados Unidos, Japão e Europa (o foco foi a mãe francesa), o bebê se apresenta com uma linguagem única: o primeiro choro. No sentido mais amplo, visto sob a ótica da antropologia, elas agem e comportam-se segundo costumes, tradições e cultura de seu povo, do seu habitat. Umas vivem em absoluto estado de pobreza ou em lugares inóspitos (na neve da Sibéria) e, outras, com mais recursos, decorrentes do desenvolvimento dos países onde vivem. E, mesmo assim, em que pese todas essas diferenças, elas têm em comum o momento que antecede o nascimento, sentem que o bebê está a caminho. Em todas elas a lei da natureza exerce toda a sua supremacia, que é instante de tornarem-se mães, de colocar um filho no mundo. Mostra entre tantas grávidas a história de Vanessa, que é uma quebense que vive nos Estados Unidos numa comunidade ativista. Ela teve seus dois filhos (hoje Fenék tem 2 anos e LouLou 9 meses) dentro de casa, contando apenas com a ajuda do Mike (o pai). Pois então, o filme documenta a Vanessa durante o fim da gestação e o nascimento de Fenék. Não sei quando vai sair no Brasil, mas não percam! A trilha sonora ficou por conta de Sinead O´Connor e é maravilhosa. O site apenas em francês e inglês esta aqui. As fotografias são ótimas também. Mas tem o trailler para vocês terem uma idéia: Se gostou o site (em francês) do filme é: http://www.disney.fr/FilmsDisney/lepremiercri/ Aliás vocês sabem porque os bebés choram quando nascem? Por que ao passar "brutalmente" de uma vida aquática para o ambiente da vida em terra, o recém-nascido ao chorar desbloqueia todos os seus alvéolos pulmonares e aumenta a pressão sanguínea nos pulmões para permitir que a respiração se inicie. Este grito é o som que fazem as cordas vocais vibrando sob o efeito do ar que sai dos pulmões. Significa que o ar penetrou e abriu de repente todos os álveolos, até então nunca utilizados, através de uma forte inspiração. O primeiro choro está associado ao corte do cordão umbilical, que assegurava até então o fornecimento de oxigénio ao bebé. Um corte precoce do cordão provoca uma entrada de oxigénio demasiado rápida e dá uma sensação ardente e dolorosa à primeira inspiração. Por isso é desejável esperar que o bebé faça os primeiros ciclos respiratórios antes de cortar o cordão. Pode acontecer que o bebé não chore logo após o nascimento, pelo menos não de forma perceptível.
Número de Visualizações: 6810

Filmes sobre Gravidez = Foi apenas um sonho

Cartaz do Filme Foi Apenas um Sonho Numa época em que muito se indaga sobre projeto de vida, o sonho de Kate Wheeler (Kate Winslet) faz parte dos delírios que cada um de nós tem da vida, e, dependendo de nossa disposição, ousadia e coragem, até conseguimos realizá-los. Principalmente se estiver alicerçado em quedas e frustrações por carreiras em que não logramos êxito e, portanto, a nova tentativa se transforma numa espécie de redenção. Mas se hoje opções iguais a estas são de difícil concretização, ainda mais em plena crise global, que dirá nos anos 50, quando o universo feminino tal como o conhecemos hoje estava para ser construído, pilar sobre pilar, até afastar, não de todo, os preconceitos sobre o papel da mulher na sociedade moderna. Sobre aqueles sombrios tempos, tido falsamente como “anos dourados”, o diretor anglo-português Sam Mendes constrói um filme devastador a respeito dessa dona-de-casa, obrigada, em seus termos, a viver em função da carreira e das perspectivas do marido Frank Wheeler (Leonardo DiCaprio), em “Foi Apenas um, Sonho”, baseado no romance de Richard Yates, “Revolutionary Road”. Há para ela todo um ritual a seguir, convenções sociais, matrimoniais e sexuais, para, enfim, projetar a imagem familiar que se devia ter naquela década. Como parte integrante da arquitetura urbano-social, do american-way-of-life, formada por uma classe média branca, anglo-saxônica, distante do mundo miscigenado dos dias atuais, em que a negros, hispânicos e asiáticos se reservava papéis secundários. E completada pelo clima asséptico dos sobrados imponentes, adornados por jardins e bosques, que escondiam vivências atribuladas, através da convivência familiar que buscava prolongar existências depauperadas. Enfim, uma variedade infindável de aparências que iria, aos poucos, formar uma multiplicidade de frustrações que explodiriam na década seguinte, na forma de diversos movimentos sociais, que resultariam, por exemplo, na liberação feminina, pelas várias razões apontadas, indiretamente, por Mendes, em seu filme. Os germes desses movimentos podem ser vistos no comportamento não só de Kate, mas, principalmente, no de Frank, com sua liberdade de garanhão, para formar círculo de amigos para além da família; ter seus próprios sonhos e buscar, sobretudo, ascensão profissional, às custas dos projetos da companheira. Mendes delineia seu mundo, como num daqueles filmes de ficção científica, em que a padronização demonstra a falta de opções, de individualidade, numa sociedade de massas. O vemos de terno cinza, gravata e chapéu, entrando e saindo do trem, caminhando em meio a milhares de homens vestidos iguais a ele. Depois, entrando num amplo escritório, com “baias”, máquinas de escrever e pequenas mesas, onde ele passa seu dia, entre memorandos e escapadas com uma colega de trabalho. Nada diferente do que nos mostra Chaplin, em sua obra-prima “Tempos Modernos”. Embora seja tido como trabalho intelectual, a vida no escritório difere pouco do massacrante cotidiano do operário na fábrica. Ambos são alienantes. Mendes joga com estes dois universos para nos encaminhar para a convivência do casal Wheeler. Vivendo em função de Frank, Kate cumpre todo o ritual familiar, mantendo a casa, cuidando dos filhos e fazendo as honras do casal. Às vezes recebe, não de bom grado, os vizinhos Shep (David Harbourn) e Milly (Kathryn Hahn), ou a agente imobiliária (Kathy Bates) com o marido e o filho John (Michael Shannon). Enquanto Frank cumpre seu papel de marido, alheio às atribulações e frustrações da mulher, ainda que compartilhe com ela o tédio e a aspiração de uma vida diferente, fora dos padrões estabelecidos para a classe média estadunidense. Ele, no entanto, tem variações sociais, oportunidades no trabalho, enquanto Kate, vivendo em função dele, não tem sequer um ciclo de amizades fora da família e das relações com a vizinhança. Pelo que Mendes observa; essa era visão que a mulher dos anos 50, dona-de-casa ou não deveria transmitir à sociedade da qual fazia parte. Para além de seu cotidiano, ela só tinha a intenção de se liberar e viver em Paris, tratando, inclusive, do marido, numa inversão total dos papéis. Este delírio; visto assim pelas pessoas que a circundavam, até mesmo por Frank nos primeiros momentos, desencadeia a uma série de eventos já presentes em “Beleza Americana”, filme que revelou Sam Mendes como arguto observador da classe média estadunidense. Demonstra o quanto Kate não tinha controle sobre sua família, tampouco sobre seus sonhos e sequer sobre seu corpo. E, a partir daí, entramos numa discussão a respeito do choque entre o direito de a mulher dispor de seu corpo e a interferência que uma gravidez indesejada pode ter em seus projetos de vida. Além de o companheiro, no caso, Frank, ter de compreender o quanto deve ajudar na solução que ela pretende dar à sua existência, para ambos e, portanto a família, sobreviverem. Um tema atual, polêmico, enfrentado por Mendes com equilíbrio, sem discursos moralistas ou preconceituosos. Ele usa um recurso, dos mais criativos para fazê-lo: o personagem feito com criatividade pelo ótimo Michael Shannon. É John, apresentado como matemático genial, que entrou em depressão, que irá revelar o quanto de hipocrisia e contradição existe nas atitudes aparentemente liberais de Frank. Suas frases, curtas, ditas num tom irado, colocarão em cheque a estrutura de uma família que desmoronou e não sabe ainda como irá manter-se de pé. Diferente do casal Chep/Milly, arrumadinho, porém cheio de desejos submersos, revelados em situações limites, que desnudam sua fragilidade. John, pelo contrário, dá vazão à suas idéias, construções realistas, difíceis de serem aceitas por serem cruas e verdadeiras. Incomodam-nos por não sermos capazes desta franqueza, nos horripilam por fugirmos sempre do que pensamos, nos fazem rir por termos medo de nós mesmos. Mas acabam por amenizar as incertezas de Kate e transformá-las em iniciativas. Contraditoriamente, ela consegue se equilibrar e reagir às pesadas discursões com Frank com uma subserviência dignas de nossa Amélia. Nisto também se constitui sua força, maneira de esconder suas reais intenções. Elas se revelam no instante de ascensão do marido, de seu retorno ao mundo masculino do trabalho, em que supostamente importa mais a vida dele, Frank, do que seus sentimentos de parceira. Espécie de contraponto entre Kate e o marido, a ascensão de Frank é mais uma denúncia de que naqueles anos (e não só neles) a concepção de cabeça do casal era, por certo, um dos pilares da família. E comprova o quanto as relações de gênero mudaram desde então. Milhares de mulheres cuidam sozinhas dos filhos, sem necessidade deste pilar. Mendes, com isto, mexe com estruturas já carcomidas, porém não devastadas o suficiente para quebrar, de vez, tabus que a Igreja Católica, e não só ela, insistem em manter. Quando são as relações sócio-econômicas que ditam, com suas exigências, os tipos de estruturas familiares que devem prevalecer. Não é por caso que na edição do Oscar deste ano, “Foi Apenas um Sonho” concorre somente na categoria de “Ator Coadjuvante”. Por mais que os temas dos cinco indicados nas principais categorias sejam importantes, o do filme de Mendes é o que causa, sem dúvida, maior desconforto, pois desnuda o papel da mulher na sociedade capitalista e a desestruturação da família. Ainda que tratada sob a ótima dos anos 50, tem uma atualidade desconcertante. Espelha as etapas cumpridas e as que ainda virão até a igualdade ansiada. Talvez ainda falte muito para ela ser conquistada, devido às pressões dos segmentos religiosos e político-sociais, em suas diversas vertentes e correntes. Notadamente, quando se trata do aborto, da liberdade de escolha da mulher e da visão que o homem preserva do papel da maternidade. Mendes em poucas sequencias trafega da ação feminina à manifestação masculina, sem tomar partido. Diz apenas que tal decisão tem preço, às vezes cruel, noutras, se tomadas providências, haverá redenção. No centro desta exposição há o recurso ao diálogo, cuja importância Mendes insiste em mostrar. Kate e Frank estão em níveis adversos; ela num estágio de busca, agarrada à idéia de realizar seu sonho, ele disposto a ter uma segunda chance em seu trabalho. Um dilema presente na vida de milhões de casais mundo afora, raramente conciliável com resultado satisfatório para ambos, marido e mulher, companheiro e companheiro. Percebemos isto quando Frank descobre as intenções de Kate, e põe-se a discutir tentando lhe impor sua visão, algo reacionária, distante da necessidade que ela tinha de livrar-se do que a impedia de seguir adiante não mais com seu sonho, mas com sua vida. O universo do macho; construído em cima de dogmas, moral e uma ética enviesada surge para chocar-se com a necessidade de ela, Kate, ter o direito de escolha. E, embora tenha dois astros no elenco, Winslet e DiCaprio, é a história que termina se impondo. As discursões do casal são devastadoras, entregam os segredos íntimos, nos mostram o quanto de fel pode existir numa pessoa frustrada. Atinge a outra sem piedade alguma e, depois, é obrigada a se defrontar com ela no dia seguinte. Incomoda a sequencia em que Kate desmonta as perspectivas de trabalho de Frank à noite e de manhã prepara-lhe o café da manhã, como se nada houvesse ocorrido. E ele, humilhado, é obrigado a tecer-lhe comentários elogiosos. Mendes, advindo do teatro, consegue tirar dos atores expressões, silêncios, risos, mínimos, mas o suficiente para revelar uma gama de sentimentos submersos. Mesmo o recurso aos comentários no “day after” não fica redundante; reforça as claras impressões que devemos ter das consequencias dos atos de Kate e de Frank. Levam-nos também a indagar se o preço que se paga por determinadas atitudes são altos demais ou necessários à compreensão de nossos atos, decididos em função de algo ainda não concretizado. O olhar choroso de Frank para os filhos brincando no parque nos desafia: entendemos a natureza de nossas decisões ou continuamos produto de uma estrutura conservadora e produtora de frustrações e amarguras? Não por acaso, o título do filme em inglês contribui para esta indagação: “Estrada Revolucionária”. “Foi Apenas um Sonho” (“Revolutionary Road”). Drama. EUA/Reino Unido. 2008. 1h59. Roteiro: Justin Haythe, baseado no romance de Richard Yates. Direção: Sam Mendes. Elenco: Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Kathy Bates, Michael Shonnon, Jay O. Sanders, David Hanbourn, Kathryn Hahn.
Número de Visualizações: 3649

Filme sober Gravidez = Push

Gostaria de comentar sobre um novco filme que conta a obscura história de uma jovem grávida no Harlem dos anos 80, e acaba de ser eleito o melhor filme no Festival de Sundance, recebendo tanto o prêmio do júri do festival quanto o do público. Trata-se do filme: "Push"
Número de Visualizações: 2384

Filmes sobre Gravidez = Um Beijo A Mais

Mais um sábado e uma nova dica de filme sobre gravidez ara vocês. Mais uma comédia, desta vez chamada Um Beijo a Mais. Cartaz do Filme Um Beijo a Mais O filme, que na verdade é uma adaptação de "L'Ultimo Baccio", do diretor italiano de bastante sucesso Gabriele Muccino, conta a história de Michael, que está passando pela famosa crise de 30 anos. Ele insiste em não ver a realidade, no entanto, esse fato terá que mudar quando a sua namorada Jenna fica grávida. Então, ele, no meio desse turbilhão de emoções, é pego de surpresa ao sentir uma atração por Kim, uma jovem de apenas 18 anos. Quer saber como é que acaba este triângulo amoroso com um bebê também participando? Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 3886

Filmes sobre Gravidez = Uma Mãe para o Meu Bebê (Baby Mama)

Depois da última polêmica dica de um filme sobre gravidez para seu final de semana, com um filme de terror, desta vez volto a dar outra mais leve e descontraida. Trata-se de uma comédia que fez o maior sucesso nos EUA liderando as bilheterias na semana do seu lançamento chamada: "Uma Mãe para o Meu Bebê", ou em inglês, Baby Mama, com a egraçada atriz e comediante Tina Fey, de 3D Rock e Saturday Night Live. Cartaz do Filme Baby Mama A história tem como foco uma executiva, ainda solteira, que trabalha para a Happy Planet, uma empresa responsável por vender diversos tipos de alimentos. A mulher, porém, não deseja apenas uma vida centrada no lado profissional e pretende ter um filho. Para isso, contratará outra pessoa para substituí-la no emprego. Mas o de grávida... Aliás Steve Martin, muito conhecido por integrar comédias, é um das estrelas do elenco de "Baby Mama", filme também voltado para o humor. Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 4692

Filmes sobre Gravidez = Alma Gêmea (Unborn)

Chegou mais um final de semana e uma nova dica de filme. Já demos dicas de comédias (Ligeiramente Grávidos, Labor Pains) e dramas (Juno), mas hoje a dica de hoje de filme sobre gravidez é de um terror. Sim, para sermos ecléticos e sem preconceitos nas indicações, também rolam filmes neste estilo mórbido, para quem gosta do estilo... Trata-se do terror sobrenatural “Alma Gêmea" ou em inglês The Unborn”, que é baseado em várias mitologias religiosas e em um curioso e chocante caso da Medicina. Cartaz do Filme Alma gêmea (Unborn) Goyer comenta que foi inspirado por um mórbido caso de gestação em que durante boa parte da formação do feto a mãe carrega um dos gêmeos mortos. "Eu estava lendo sobre grupos de apoio a pessoas que descobriram que durante a gravidez tinham um irmão consigo”, disse. Durante o período de gestação, por algum motivo, um dos gêmeos morre e por compartilharem o mesmo ambiente não é possível que o feto seja retirado sem evitar a morte do outro. “Achei o caso bizarro. A mãe tem de carregar o feto morto por quatro ou cinco meses. Este foi o ponto de partida para o filme”, comentou Goyer. Conta a história de um espírito que procura um feto para renascer. Goyer também comenta sobre suas pesquisas religiosas para o script. "É engraçado, há realmente um rabino e um padre Episcopal envolvidos”, exalta. Ele fala que começou suas pesquisas em documentos antes mesmo do cristianismo e judaísmo. “Comecei a pesquisar sobre espiritismo e exorcismo. Então, estamos falando de mais de 5000 anos. Quase como uma pré-língua", finaliza o diretor. Este filme é forte e não é indicado para as grávidas mais sensíveis e perto do parto... Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 4532

Filmes sobre Gravidez = Labor Pains

A dica de filme deste final de semana sobre gravidez é a comédia "Labor Pains", com polêmica atriz Lindsay Lohan. Cartaz do Filme Labor Pains Aliás olha só detalhe do cartaz, pois na imagem, podemos ver a atriz segurando um livro sobre gravidez, que se encontra bem na frente da sua barriga, dando a impressão de que ela está realmente grávida. Isto por que o filme conta exatamente a história de Thea, uma secretária de uma agência de publicidade que está preste a ser demitida pelo chefe, e por isso acaba fingindo uma gravidez para continuar no emprego. Mas após essa mentira, a moça passa a ser tratada de forma diferente por todos na empresa, o que faz com que ela continue a farsa por mais nove meses. Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 5981

Gravidez na Adolescência = Filme Nacional Meninas com Casos Reais na Rocinha (RJ)

Dando continuidade a discussão da gravidez na adolescência, desta vez gostaria de comentar sobre um filme nacional bem legal sobre o assunto, chamado Meninas, aonde as protagonistas são quatro adolescentes grávidas e de baixa renda. Moradora da Rocinha, Evelin, de 13 anos, engravidou de um namorado de 22, que acabou de sair do tráfico de drogas. Luana, 15 anos, garante que sua gravidez "foi planejada" — para aflição de sua mãe, uma faxineira que ainda tem de criar uma outra filha de cinco anos. O caso mais impressionante é o de Edilene, 14 anos, e Joice, 15, que engravidaram praticamente ao mesmo tempo do mesmo rapaz, Alex, um ajudante de marceneiro que agora se esforça para atender a duas famílias, além de tentar prover a própria sobrevivência. O filme "Meninas" vai muito além de uma simples investigação sobre a gravidez precoce, um problema crucial no Brasil, onde uma em cada cinco gestantes é adolescente. Fica muito claro nas entrevistas que, mesmo não tendo total consciência das implicações da maternidade, não faltam às garotas informações sobre sexo e concepção. Ou seja, havia a possibilidade de evitar a gravidez, mas isso não foi encarado com seriedade. Para algumas meninas, ser mãe representa afirmação e chegada à vida adulta. Assim como neste Blog m nenhum momento durante o filme "Meninas" se propõe a fazer um julgamento de seus personagens, ou qualquer discurso moralista. Contando com depoimentos muito bons, tanto das garotas, quanto de suas mães, consegue-se identificar, porém, a falta de sonhos pessoais e profissionais dessas jovens de baixa renda. Por isso, o filme torna-se um retrato preocupante de uma juventude pobre e sem perspectivas, que eterniza de pai para filho um assustador ciclo de pobreza. Os problemas sociais, como a baixa escolarização e profissionalização, não raro funcionam como caldo para a criminalidade, como o sempre presente tráfico de drogas nos morros cariocas. Veja abaixo o trailler do filme:
Número de Visualizações: 3016

Filmes sobre Gravidez = Juno

Chegou mais um final de semana, e trago então para este blog mais uma dica passar o tempo vendo um filme legal sobre gravidez, desta vez com um foco mais de drama da gravidez na adolecência. Trata-se do Filme: "Juno" Cartaz do Filme Juno O filme conta a história da personagem Juno MacGuff, que é uma jovem de 16 anos que acidentalmente engravidou de Paulie Bleeker, um grande amigo com quem transou apenas uma vez. Inicialmente ela decide fazer um aborto, mas ao chegar na clínica muda de idéia. Junto com sua amiga Leah, ela passa a procurar em jornais um casal a quem possa entregar o bebê assim que ele nascer, já que não se considera em condições de criá-lo. É assim que conhece Vanessa e Mark, um casal com boas condições financeiras que está disposto a bancar todas as despesas médicas de Juno, além de dar-lhe uma compensação financeira caso ela queira. Juno recusa o dinheiro para si, mas decide que Vanessa e Mark ficarão com seu filho. E sobre isto que o roteiro transcorre. Quer saber com quem fica o bebê no final? Fica a dica. Vale então a pena conferir este belo e emocionante filme! As músicas do filme são bem legais também... Prepare a pipoca (sem manteiga, heim) e os lenços de papel para as lágrimas... Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 4014

Filmes sobre Gravidez = Ligeiramente Grávidos

A gravidez também chegou ao cinema e a Hollywood, e nos últimos tempos temos vistos vários filmes sobre o assunto, sejam os mais sérios que focam o drama, sejam os que focam a comédia. E como chegou o final de semana, por isto mesmo vamos ver se trago para este Blog algumas dicas de alguns filmes legais sobre o tema. Vou começar as dicas pelo filme "Ligeiramente Grávidos". Cartaz do Filme Ligeiramente Grávidos Trata-se de uma comédia do diretor Judd Apatow, qe fez outra comédia conhecida "O Virgem de Quarenta Anos", e que desta vez traz a história de um casal bem improvável. Rogen, interpretando Ben Stone, é um baladeiro de plantão, sem compromisso, cuja última coisa que esperava era que um caso de apenas uma noite lhe trouxesse problemas graves, como uma gravidez indesejada. Mas depois de oito semanas de uma dessas noitadas, bate à sua porta uma mulher, que lhe revela que espera um filho dele. A linda Katherine Heigl, a Izzie do seriado "Grey's Anatomy", assume o papel de Alison Scott, que esperará um filho de Rogen. Depois o que rola é a maior comédia de como os dois lidam com a situação da gravidez sob o ponto de vista da mulher e do homem. Com certeza você vai se identificar em muitas cenas com várias situações que também passou durante a sua gravidez. Vale a pena ver! Prepare a pipoca e o bom humor... Segue abaixo para ter uma idéia melhor do trailler do filme (em inglês):
Número de Visualizações: 6481