8 mudanças estranhas que acontecem durante a gravidez

A gravidez é um período de grandes mudanças físicas. Abaixo você conhece oito das mudanças corporais mais estranhas que acontecem nesse período:

8 ) Você ganha um novo órgão

Não é só um bebê que se desenvolve. A placenta é único órgão temporário no corpo humano. Ela começa a se formar quando o óvulo fertilizado, nesse ponto um blastocisto multicelular, gruda-se na parede uterina, com aproximadamente uma semana da concepção. A camada exterior do blastocisto, chamada de trofoblasto, desenvolve-se na maior parte da placenta.

Uma vez que o órgão está estabilizado, seu trabalho é formar uma barreira porosa entre o sangue da mãe e do filho. Os vasos maternos deixam nutrientes e oxigênio nos espaços intervilosos, onde os vasos do feto pegam o que precisam e o carregam até ele através do cordão umbilical. O processo de excreção acontece da mesma maneira.

A placenta tem outra função temporária menos conhecida. O disco vermelho escuro de 2,2 quilogramas é também uma glândula endócrina, liberando hormônios no corpo. Da gonadotrofina coriônica humana (HCG, detectado em testes de gravidez) ao estrógeno e a progesterona, esses hormônios são cruciais para manter a gravidez e preparar as glândulas mamarias para a amamentação.

7) Seus ossos ficam mais soltos

A cabeça do bebê tem que sair de algum modo. Ainda bem que o corpo de uma futura mãe tem um truque para isso: o hormônio relaxina. O nome diz muito, já que sua função é relaxar as cartilagens dos ossos.

Mas, infelizmente, o hormônio não afeta apenas a pélvis. Presente dez vezes mais na gravidez do que em momentos normais, todas as articulações do corpo são afetadas. Ele é a razão para algumas grávidas experimentarem dores nas articulações e nas costas. E se, antes de engravidar você calçava menos, não se preocupe. A culpa é da relaxina e de ligamentos afrouxados.

6) Memória de peixe

As grávidas merecem um desconto quando se esquecem de algo, de acordo com um estudo do ano passado. Durante o segundo e terceiro trimestres de gravidez, as mulheres grávidas têm performances piores em testes de memória espacial do que as normais. É possível que mudanças hormonais sejam as culpadas, mas a fonte pode estar também nas mudanças repentinas de humor.

5) Os famosos enjoos

Primeiro, as más notícias: enjoos matutinos são mentirosos. De fato, a sensação pode vir a qualquer hora do dia. Felizmente, esse efeito acaba após a 12° semana.

Ninguém sabe exatamente porque os enjoos afetam metade das grávidas, mas um estudo de 2008 sugere que as sensações ruins são uma adaptação para ajudar o desenvolvimento seguro do embrião. O estudo encontrou que o enjoo geralmente acontece devido a gostos ou cheiros fortes, o que pode ser uma tentativa do corpo de prevenir o consumo de coisas perigosas. O enjoo fica forte no período em que os primeiros órgãos estão sendo desenvolvidos no embrião, outro ponto para a possibilidade de ser uma defesa.

4) O coração “dói”

Mas não é sentimental. A azia é consequência da expansão do útero no sistema digestivo. Normalmente, os sucos gástricos são mantidos embaixo pelo esfíncter esofágico, um músculo circular que fecha o esôfago quando a pressão no abdômen cresce. Mas durante a gravidez, a progesterona relaxa o músculo, aumentando a pressão interna.

3) Fila para o banheiro

Durante a gravidez, a mulher provavelmente vai preencher boa parte do dia indo ao banheiro. Por quê? Você pode por a culpa no bebe que está crescendo, já que ele pressiona a bexiga, a uretra e os músculos da pélvis. Essa pressão não significa apenas mais idas ao banheiro, mas também uma tossida, uma espirrada ou uma piada podem te relaxar demais.

2) 50% a mais de sangue

Todo o trabalho duro da gravidez exige mais vasos e mais sangue. Na 20ª semana, seu corpo tem 50% a mais de sangue do que tinha no começo. Todo esse sangue extra pode trazer alguns efeitos colaterais estranhos, incluindo varizes, hemorroidas, e até uma cor avermelhada, já que a circulação na pele aumenta. Até alguns sangramentos nasais podem ocorrer, devido ao inchaço das mucosas.

1) As mãos podem formigar

Gravidez pode causar síndrome do túnel do carpo. Esse efeito colateral, marcado por mãos formigando ou dormentes, é causado por inchaços da gravidez. Fluídos extras (que são responsáveis por um quarto do peso extra ganho na gravidez) podem se acumular nos tornozelos e pulsos, graças à gravidade. Nas mãos, esse acúmulo pode apertar nervos, causando “pontadas”. Mas não se preocupe, assim como as outras sete mudanças, essa também tem solução: passe pela gravidez e dê a luz ao seu querido filho, e pronto!

Número de Visualizações: 1199

Did you like this? Share it:

Leave a Reply

Usuários do Twitter
Clique no botão abaixo para efetuar o login usando sua conta do Twitter.